segunda-feira, 24 de maio de 2004

Aeroporto da Ota não é prioritário - segundo o Ministro das Obras Públicas

A construção do novo aeroporto da Ota não é prioritária para o Executivo PSD/PP, afirmou Carmona Rodrigues. «Está claramente no programa do Governo que não será construído nesta legislatura e na próxima logo se verá.»

O ministro dos Transportes desvalorizou os riscos de segurança associados ao facto de o Aeroporto da Portela estar situado dentro da cidade, lembrando que o único acidente registado «foi dar-se na Fonte da Telha».

Sem decisões tomadas sobre o aeroporto, o ministro concentra baterias na construção da nova linha ferroviária de alta velocidade (TGV), garantindo que as obras arrancarão em 2006. «Estamos a ultimar os projectos, muita coisa está a ser feita, está tudo nos carris», assegurou.

Segundo as linhas gerais do projecto delineadas em Novembro, o TGV vai mobilizar cerca de 12 mil milhões de euros que vão estimular a economia até 1,7% do produto interno bruto, permitindo subir a quota do sector ferroviário dos actuais 4% para 26% da economia nacional.